Reabilitação


FISIOTERAPIA

PÓS-OPERATÓRIO DE ARTROPLASTIA TOTAL DA ANCA (ABORDAGEM ANTERIOR DIRETA) 

(Ver informação sobre o procedimento na nota de alta) 

(A fisioterapia pode ser iniciada 2 semanas após cirurgia) 

1a Fase: 0-2 semanas 

Inclui os tratamentos e ensinamentos do fisioterapeuta no internamento.
Treino de marcha e exercícios.
Proteção mínima da carga no membro operado: Carga protegida com canadianas por 3 a 5 semanas..
Gelo local.
Exercícios isométricos (contrações), gémeos e solear (perna), quadricípite e isquifemorais (coxa) glúteos (nádega).
Exercícios cinéticos (mobilizações: Pendulares circulares e laterais, Mobilizar pé, tornozelo e joelho. Flexão da anca.. Movimentos de rotação e adução/abdução.
Postura na cama indiferente, podendo deitar em qualquer posição, de acordo com o conforto pessoal.
Não necessita de corretores ou adaptadores (Por exemplo na sanita) 

2a Fase: 3 a 6 semanas. 

Treino marcha. Carga protegida com canadianas, de acordo com as indicações. 2-1-0. Tratamento local para edema, dor, inflamação.
Aumento gradual das amplitudes articulares.
Treino muscular. Reforço. Alongamentos. 

• Lombar e pélvicos. Recuperar postura lombar e pélvica 

• Glúteos, quadricípite e isquifemorais.
Treino proprioceptivo
Pode ser iniciada piscina profunda e/ou bicicleta (assento bem elevado) 

3a Fase: 7 a 12 semanas. 

Marcha normal.
Bicicleta. Piscina. Ginásio, sem exercício de impacto.
Melhorar mobilidade. Melhorar propriocepção. Reforço Muscular. 

• Lombar e pélvicos. Melhorar postura lombar e pélvica 

• Glúteos, adutores, abdutores, quadricípite e isquifemorais. 

4a Fase: Apos os 3 meses 

Reintrodução de pratica desportiva: Bicicleta, elíptica, piscina, marcha,
Reiniciar atividade laboral, de acordo com o programa e a demanda da profissão 

(O programa de reabilitação será sempre reajustado a cada caso em particular, de acordo com as indicações medicas, cirurgião e fisiatra, com as particularidades de cada caso e com a evolução