Perguntas Frequentes PRÓTESE DA ANCA

 

O que é a artrose e por que tenho tanta dor na anca?

A artrose é uma doença crónica, progressiva em que há deterioração da cartilagem articular e osso subcondral, originando dor, limitação dos movimentos articulares, deformidade e encurtamento do membro. Nos casos mais graves, pode provocar um mau funcionamento da articulação afectada, com dor muito intensa.

O que é uma prótese da anca?

A prótese da anca é um dispositivo médico usado para substituir a articulação da anca quando esta não cumpre a sua função de forma adequada. É constituida por 2 partes que se articulam: componente acetabular (acetabulo) e componente femoral (haste)

Quando devo ser submetido a uma prótese da anca?

Deve ser submetido a uma prótese da anca quando é portador de uma patologia da anca (artrose da anca, necrose, reumatismo, fractura,...) que provoca dor intensa e incapacidade, e quando não há outros tratamentos. O momento da cirurgia é determinado sobretudo pelas queixas do paciente. É o paciente que sabe quando precisa ser operado.

Qual é a melhor prótese para o meu caso?

Perante um paciente com coxartrose, com indicação para protese da anca, deve ser efetuada uma avaliacao geral do paciente. Que idade? Outros problemas médicos?  Qual o estado da articulaçao da anca? Qual a qualidade do osso? Qual a atividade do paciente?Ponderando todas estas variaveis o medico deve escolher a protese mais adequada ao paciente. Cimentada ou nao cimentada. Ressufacing, hastes curtas, longas, anatomicas ou retas.Deve tambem ser ponderada a via de abordagem mais adequada para o paciente (anterior, lateral, posterior).

Na nossa equipa previlegiamos a abordagem anterior direta

Porquê realizamos uma abordagem anterior direta?

  • Menor dor no pós-operatório
  • Recuperação mais rápida
  • Regresso mais rápido as atividades diarias
  • Menor tempo de Internamento no Hospital
  • Sem limitações de movimentos
  • Cicatriz mais estética
  • Tempo de reabilitação reduzido significativamente

Já não tenho idade para ser submetido a uma prótese da anca?

Um paciente pode ser submetido a uma prótese da anca em qualquer idade, seja muito jovem ou muito idoso. A opção pela cirurgia é decidida pelo paciente e pelo seu médico, tendo em conta a dor e a perda de qualidade de vida. Qualquer paciente é candidato a esta cirurgia desde que haja prespetiva de melhoria da qualidade de vida e as patologias associadas não impeçam a cirurgia.

Quanto tempo vai durar a prótese da anca?. É possivel substitui-la?

O tempo de duração da prótese da anca é variável de paciente para paciente. As próteses de última geração que utilizamos apresentam resultados de sobrevida (bom funcionamento) de cerca de 80% aos 20 anos da sua implantação. Quando uma prótese "falha", seja por desgaste, rejeição, infeção, instabilidade ou fractura, esta pode e deve ser substituida parcial o totalmente.

Quais são os riscos de uma prótese da anca?

Como todo procedimento cirúrgico, a prótese da anca tambem têm riscos. Uma prótese é um componente mecânico colocado num organismo biológico. Os riscos são inerentes a estas condições:

  • A prótese pode sofrer desgaste, rejeição, fractura
  • O organismo pode sofrer uma infeção periprotesica, fractura periprotesica, osteolise

Vou precisar de sangue durante a cirurgia?

Nesta cirurgia há algumas perdas sanguíneas. Frequentemente não é necessário transfusão de sangue, sobretudo em pacientes abaixo dos 65 anos. No entanto se o paciente tiver uma hemoglobina baixa, patologia cardíaca, pulmonar, uma idade mais avançada ou em casos em que as perdas são maiores, é necessário repor sangue (transfusão)

Sou Testemunha de Jeová, é possível realizar uma prótese da anca sem administrar sangue?

Claro que sim. É necessário previamente optimizar este paciente (suplementação com ferro, eritropoetina). Se se prevê perdas sanguíneas muito grandes, pode ser usado um recuperador de sangue, preservando e reinfundindo o sangue do próprio paciente. 

Quando vou poder levantar-me da cama?

O levante da cama é realizado entre as 12 a 24 horas de pos-operatório numa cirurgia sem complicações.

Quanto tempo vou ficar no Hospital?

Habitualmente os nossos pacientes ficam no Hospital 2 a 4 dias.

  • 1º dia: cirurgia
  • 2º dia: retira soros, algalia, drenos. Faz levante, casa de banho e inicia treino de marcha
  • 3º dia: treino de marcha e escadas

Quais são os tipos de anestesia que podem ser realizados?

A decisão sobre o tipo de anestesia é tomada entre o doente e o médico anestesista atendendo ao seu estado de saúde. Pode ser uma anestesia geral ("a dormir") ou uma anestesia regional onde só ficam dormentes as pernas (o doente fica acordado).

É segura a anestesia?

Os avanços da medicina com a introdução de novos fármacos muito mais seguros, novos equipamentos, novas técnicas anestésicas e uma excelente formação do anestesista e das equipas de enfermagem tem conseguido que hoje em dia a anestesia seja uma técnica muito mais segura.

Vou ter dor depois da cirurgia?

Vamos subministrar medicação adequada para que o doente se sinta confortável depois da cirurgia. O anestesista e o ortopedista vão avaliar em cada caso qual é a melhor opção para o controlo da dor. 

Qual é o comprimento da cicatriz e onde esta localizada?

Procuramos um comprimento da incisão curto, entre 8 e 10 cm (cirurgia mini-invasiva). O comprimento desta incisão é variavel, devendo ter o tamanho "necessário", podendo aumentar em casos complicados. A sua localização varia de acordo com o tipo de via de abordagem praticado (posterior, lateral ou anterior).

Posso conduzir com uma prótese da anca?

Sim. Habitualmente começa a conduzir entre a 4ª e a 6ª semana de pos-operatório.

Quanto tempo vou precisar de ficar de baixa?

Depende da atividade profissional. O tempo de baixa varia de 90 a 180 dias.

Vou notar alguma diferença na anca depois da cirurgia?

Sim. Primeiro, quando tudo corre normal, vai sentir que houve um "milagre". A prótese da anca é na atualidade uma das cirurgias mais gratificantes da ortopedia moderna. Alguns pacientes referem no início uma sensação ligeira de desconforto, de "algo extranho". 



Ler mais: http://www.unidadedaanca.com/perguntas-frequentes/